3 anos

Nosso Amor

Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção. E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra. Gênesis 12:1-3

Parece que foi ontem, mas já passaram três anos, lembro-me de uma conversa informal com o saudoso Pr. Ivan Sampaio, fui ao seu gabinete e entre tantas conversas que tivemos lembro-me de uma pergunta:

– Qual é seu sonho ministerial? Perguntou ele.

– Pastorear vidas! Respondi.

45 dias após essa conversa estávamos de mudança para uma terra que só conhecia pela sua história, Juazeiro do Norte/CE, dista 500 km de onde morávamos, Fortaleza/CE, na bagagem, além de do trivial, uma promessa feita a outro homem, Abraão, que pela simples Palavra de Deus decidiu largar tudo o que tinha, estabilidade, família, amigos, etc, e decidiu ser peregrino em uma terra distante e desconhecida.

No texto acima, que alias foi a palavra que Abraão ouviu, Deus não menciona em lugar algum que ele teria riquezas, bens materiais, que seria fácil, isso não é mencionado, mas o que impeliu Abraão a tomar tamanha decisão foi a promessa de Deus de que ele seria benção às famílias da terra, que seria abençoado, e que pela sua vida o nome de Deus seria engrandecido.

Imagino como vivia Abraão em Ur, Deus ao chamar Abraão não solicitou apenas que ele mudasse de cidade como se faz quando somos enviados pela empresa que trabalhamos, Deus solicitou a Abraão uma mudança de vida, de conduta, uma nova perspectiva de vida, Abraão a partir daquele chamado iria viver na dependência total de Deus.

Ao chegar em Juazeiro do Norte descobri que os anos de experiencia e meu vasto currículo não tinha o mesmo valor que em Fortaleza, levei algum tempo para adapta-me a nova realidade, não dependia de mim mesmo, agora eu era peregrino em uma terra distante e na total dependência de Deus, assustador…

Não saber exato o que, como e quando vai acontecer, é assustador, leva um certo tempo para aprender a descansar e confiar realmente nas promessas de Deus.

em ti serão benditas todas as famílias da terra

Isso era o que me impulsiona a continuar firme, quando o Senhor fez essas promessas a Abraão ele tinha 75 anos de idade, lembrando, a promessa foi: Sair de sua terra, ir para uma terra distante, quando chegasse lá, seria abençoado, seria pai de uma grande nação.

Inicio das benção de Deus, o sonhado filho, só veio 20 anos depois, uma grande nação, Abraão viu pela fé.

Nos primeiros dias e no primeiro ano o quanto eu e minha esposa choramos e clamamos (ainda fazemos isso) pedindo líderes, lembro de Elias orando e mandando ver se havia alguma nuvem no céu, a nuvem só apareceu na sétima vez que ele orou, o fato não ver nuvem não impediu sua fé, por mais de dois anos não víamos nuvens no céu, só pela fé, hoje a chuva de Deus desce sobre a Gileade.

Hoje , 30 de outubro completa-se 3 anos que saímos da nossa terra, da nossa parentela, até que não esperamos muito como Abraão, após 3 anos, já temos um filho nos braços, uma igreja, jovem mas apaixonada e sonhadora, desejosa de ver o cumprimento da promessa.

Quando aqui chegamos o que tínhamos era um pequeno grupo irmãos, 4 famílias ao todo, um grupo bem pequeno, alguns feridos e machucados, outros desesperançosos e sem fé.

Aos poucos Deus acendeu a chama do espírito, do amor por vidas, chamou pelo nome os que estavam mortos e os fez reviver.

Houve quem nos chamasse de loucos por ter tamanha atitude, outros nos perguntavam se valeria a pena.

Imagino quando no inicio perguntavam a Abraão, para onde você vai? Vai fazer o que? O que vai acontecer? Vai valer a pena?

Muitos anos anos depois um outro senhor pode responder, Josué foi o responsável por conquistar a terra prometida a Abraão por Deus, talvez Abraão não tivesse respostas, mas Josué as tinha, viemos pela fé para a terra que mana leite e mel, antigamente não eramos um povo, agora somos a nação eleita por Deus, sim valeu a pena Abraão ter ouvido a Deus.
Hoje ainda não tenho todas as respostas, tenho toda a certeza, Deus está nesse negócio.

Em três anos de igreja Gileade de juazeiro do Norte, o que antes eram apenas 4 famílias, hoje temos 10 ministérios atuantes e servidores, 11 diáconos dos quais 5 foram formados dentro da comunidade, cursos para família e um projeto social para alcançar as criança e jovens.

Como valeu a pena ouvir a vós de Deus que usou a vida do Pr. Ivan e nos desafiou a conquistar Juazeiro.

Igreja Gileade de Juazeiro do Norte, 3 anos, aqui inicia a promessa de Deus sobre nós, os melhores anos de nossas vidas começam agora!

Como diria o poeta: …só o Cariri no último pau de arara…

Por que há bálsamo em Gileade, há remédio em Gileade, há cura em Gileade…

Print Friendly, PDF & Email