Amor que SERVE

amorNeste domingo dia 10 de agosto iniciamos mais uma série de mensagens, AMOR QUE SERVE, cujo objetivo é criar um ambiente onde pessoas não se sintam sós, isso será sempre um desafio para a liderança de qualquer comunidade de discípulos, seja no Grande ou no Pequeno Grupo. Quando novas pessoas se aproximam do grupo elas criam uma expectativa de que sejam bem recebidas, acolhidas e notadas, mas dificilmente tomam a iniciativa para o entrosamento.

O visitante sempre espera que pessoas que já estão unidas e entrosadas naquele grupo tomem a iniciativa e as incluam de forma calorosa. Mas logo que se sentem parte do grupo esquecem de quão solitárias se sentiram tentando envolver-se e por isto acabam não atentando para a necessidade de serem acolhedores dos que se aproximam do grupo.

Jamais podemos esquecer esse sentimento de querer pertencer, querer fazer parte e precisar de fato que haja acolhimento, recepção, como real demonstração de amor, ao invés de nos isolar criando grupos fechados, comunidade fechada, coração fechado para receber mais um.

A solidão no deserto não é tão terrível como a solidão no meio da multidão. É assim que se encontra a maioria das pessoas que se aproxima de nós – isolada, desconectada dos relacionamentos e só.

Assim como fomos recebidos pelo Pai Eterno, quando éramos estranhos, inimigos e distantes dEle, nossa comunidade quer olhar em amor para as pessoas que se aproximam de nós ou que estão no nosso meio. Nosso desafio é ver o amor em ação, por isso, vamos ser receptivos, amigáveis, acolhedores enquanto tentamos respeitar a privacidade e a abertura das pessoas.

Vamos, a partir da Série AMOR QUE SERVE, fazer do servir um movimento intencional para não nos tornarmos uma comunidade fria e despreocupada com a dor e o estado do outro. Assim como a brasa, a nossa tendência é ir esfriando o nosso calor humano, divino e amoroso, por isso, vamos permitir que o fogo do amor de Deus nos aqueça e nos faça mais receptivos, inclusivos e acolhedores como expressão do amor de Jesus e para o crescimento e saúde do seu Corpo – A Igreja Local.

Jesus deu muita importância aos relacionamentos através do segundo mandamento: “Ame o seu próximo como a si mesmo”.

Clique aqui e veja mais.

Print Friendly, PDF & Email